Última atualização: 07/04/2021 15:15

RETROSPECTIVA DO MÊS DE MARÇO

O mês de março apresenta em média 146 mm no município. Este ano, porém, o acumulado ficou abaixo da média climatológica com 131,4 mm  e a chuva ocorreu de forma mal distribuída, sendo causadas por cavados, frentes frias, sistemas de baixa pressão, circulação marítima e pelo aquecimento superficial (calor). No dia 01/03, a atuação de um cavado ocasionou o maior acumulado médio diário do mês com 25,4 mm e pontuais superiores, como na Vila Itoupava que registrou 47 mm. No dia 23/03, uma tempestade provocou alagamentos, devido aos pontuais de chuva elevados em curto período de tempo (acumulado de 38 mm na estação Nova Esperança, sendo 37 mm em 1 hora), e também rajadas momentâneas de vento forte que alcançaram velocidades entre 70 e 90 km/h. A figura 1 mostra os volumes de chuva registrados ao longo do mês.  

 

Figura 01: Acumulados médios de chuva no mês de março de 2021 na rede pluviométrica do AlertaBlu/PMB;

Em relação as temperatura, estas ficaram acima da média para o mês. A maior temperatura registrada foi de 33,9°C no dia 05 de março e menor 17,4°C no dia 10 de março.

 

PREVISÃO CLIMÁTICA PARA ABRIL

O mês de abril é caracterizado pela redução dos volumes de chuva em relação aos meses de verão. O acumulado médio normal é de 102 mm em Blumenau. A chuva que antes ocorria, sobretudo, devido ao calor, passa agora ocorrer principalmente devido à passagem de frentes frias, cavados e sistemas de baixa pressão. Apesar da redução dos volumes de chuva, durante alguns dias ainda podem ocorrer chuva com volumes mais expressivos e temporais com rajadas momentâneas de vento forte, descargas elétricas e queda de granizo. A temperatura média também declina em relação ao verão e as primeiras massas de ar frio podem ingressarem sobre a região.

A figura 2 mostra a anomalia média de temperatura da superfície do mar (TSM) no oceano Pacífico Equatorial nos últimos 30 dias (07/03 a 05/04). É possível denotar, pelas anomalias negativas da TSM junto à região do Niño 3.4, que o fenômeno La Niña esteve presente ao longo do período apesar de estar em processo de enfraquecimento. Segundo a National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA/USA) há 60% de probabilidade de evolução para um quadro de Neutralidade nas próximas semanas.

 

Figura 2: Anomalia média da temperatura da superfície do mar (TSM) nos últimos 30 dias (07/03 a 05/04). Fonte: Sigma Meteorologia;

Embora esteja enfraquecendo e transitando para um quadro de Neutralidade, os efeitos da La Niña devem ser sentidos durante o mês, uma vez que a tendência é de chuva abaixo da média. No entanto, eventos de chuva volumosas e temporais isolados podem ocorrer. Dias de chuva causadas pela passagem de sistemas meteorológicos vão se alternar com dias de tempo firme e predomínio do sol.

Com relação às temperaturas, a tendência é de que a temperatura fique próxima a normalidade climatológica para o mês. Dias de calor se alternam com dias de temperaturas amenas causadas, sobretudo, pela maior cobertura de nuvens associadas a circulação marítima.

 

Allef Matos / Tatiane Martins
Meteorologistas
Defesa Civil de Blumenau